Notice: Undefined index: HTTP_REFERER in /var/www/vhosts/diariofeminino.com/httpdocs/libreria.php on line 113 Notice: Undefined index: HTTP_REFERER in /var/www/vhosts/diariofeminino.com/httpdocs/web/salud/articulos.php on line 8

Formas de transmissão do papiloma vírus humano (HPV)

Transmissão do Papiloma vírus humano HPV
As vias de transmissão do HPV (Papiloma vírus humano) podem ser sexual, não sexual ou materno - fetal. Entre elas, a via sexual representa a grande maioria dos casos. Com relação à via não - sexual, é provável que o HPV, assim como as verrugas cutâneas, possa ser transmitido por toalhas y roupas íntimas e, também, pelo instrumental ginecológico, quando não esterilizado adequadamente.

Embora não se saiba por quanto tempo o vírus resista fora do organismo, considera-se que a transmissão por instrumental ginecológico seja viável por um curto período de tempo.
Mulheres e crianças sem atividade sexual comprovada também poderão desenvolver a infecção.

Formas de infecção do Papiloma vírus humano (HPV)


A transmissão do HPV ocorre geralmente através do contato sexual ou por meio de fragmentos de tecido infectado que penetram através de soluções de continuidade (5).

É necessário trauma no epitélio para indução da infecção pelo HPV. Os sítios mais comuns para o desenvolvimento da infecção são nas áreas sujeitas à abrasão durante o ato sexual, como por exemplo, o intróito posterior, nas mulheres, e o prepúcio, nos homens (39).

A infecção pelo HPV no trato genital inferior é dividida em três tipos.

- Infecção clínica pelo HPV: É a forma que pode ser evidenciada a olhos nus, nas regiões perianal e genitália externa. Aparece o condiloma acuminado ou condiloma exofítico. O aspecto macroscópico da lesão é o de pequenas formações múltiplas, em forma de crista, coberta de epitélio hiper e paraceratótico. Localizam-se em áreas úmidas, especialmente nas expostas ao atrito sexual. As lesões aumentam com o decorrer do tempo e são freqüentemente confluentes,
com crescimento em forma de couve flor.

- Infecção sub clínica pelo HPV: É vista ao colposcópico após aplicação de ácido acético a 5%, no canal vaginal e colo uterino.
Caracteriza-se pela presença do condiloma plano. Essa lesão pode se manifestar em associação com displasia, sendo mais freqüente a displasia leve. É a forma mais freqüente no colo uterino.

- Infecção latente pelo papiloma vírus humano: É a forma evidenciada apenas através de técnicas de biologia molecular. Não há forma de lesões. Somente o DNA do vírus pode ser detectado.

A infecção pelo HPV depois de instalada pode estacionar, regredir ou progredir e transformar - se, dando origem às displasias e/ou carcinomas.
Marta Smith
Links patrocinados
 
Veja também

O tratamento contra o HPV

Conheça os métodos para tratar o Papiloma Virus.

O papiloma vírus humano (HPV) na gravidez

Apesar da frequência da infecção genital do HPV durante a gravidez não ser bem conhecida, parece ser mais frequente que na população em geral.

Comentários
 
Más Diario Femenino
 
SAÚDE

Ciclo menstrual irregular: fique atenta aos motivos

Causas da menstração irregular

 
DIETA

Chá branco ou verde? Qual o melhor dos dois chás para emagrecer

Há quem acha que o chá branco emagrece mais do que o chá verde

 
SAÚDE

Causas do corrimento vaginal

O corrimento vaginal é um dos mais comuns e mais irritantes problemas das mulheres

 
PSICOLOGIA

Abraço: Linguagem universal que faz bem a alma

Ainda não há palavra que defina exatamente a emoção de abraçar ou ser abraçada por quem queremos bem

 
PSICOLOGIA

Marketing pessoal: o segredo do sucesso profissional

Aprenda técnicas usadas pelas empresas para vender sua imagem e se destacar profissionalmente

 
 
Diario Feminino no mundo: Espanha França