Notice: Undefined index: HTTP_REFERER in /var/www/vhosts/diariofeminino.com/httpdocs/libreria.php on line 113 Notice: Undefined index: HTTP_REFERER in /var/www/vhosts/diariofeminino.com/httpdocs/web/familia/articulos.php on line 8

Gravidez não é doença

Gravidez não é doença
A gravidez é um momento de muita felicidade para a mulher e não deve ser tratada como doença, embora a gestante possa sentir alguns incômodos. A vida da mulher passará por uma grande transformação que começa com o seu corpo. Alterações hormonais, a preparação do e o estado psicológico são fatores que determinam os sintomas da gravidez. Embora alguns sintomas sejam comuns, a gravidez é um processo natural e os sintomas costumam desaparecer sem a necessidade de medicamento.

No início da gestação o corpo se prepara para abrigar o feto e nessa fase de adaptação a ação dos hormônios causa enjôos e náuseas. É aconselhável que a gestante se alimente mais vezes durante o dia, porém em quantidade menor. A grávida deve evitar frituras, gorduras e alimentos com cheiro muito forte. A ingestão de líquidos durante as refeições também devem ser evitadas.

O consumo de sucos de frutas cítricas como abacaxi, limão ou laranja ajudam a equilibrar o pH estomacal e diminuir náuseas e enjôos. Esse desconforto ocorre principalmente nos quatro primeiros meses de gravidez, depois o organismo se acostuma e a ocorrência cessa ou diminui.

O aumento do número de micções é comum na gestação, principalmente no início e no final da gestação. O aumento do útero causa compressão da bexiga e a capacidade para armazenar a urina se torna menor. Como a infecção urinária é muito comum em gestantes, sempre que houver ardência para urinar, dor ou sangue na urina o médico deve ser comunicado imediatamente.

Hábitos saudáveis durante toda a gestação


A partir do sexto mês de gestação é comum que as grávidas sintam inchaço do corpo. A principal causa para o inchaço nas pernas é a pressão sofrida pelo tórax com o aumento do útero. Por esse motivo ocorre certa dificuldade da circulação sanguínea. Se o médico permitir, é bom que a grávida faça exercícios como caminhada ou hidroginástica. O uso de meias elásticas de compressão ajudam a diminuir os inchaços. Em casos mais graves, recomendado pelo médico, a gestante pode ter que fazer uso de algum medicamento.

O inchaço nos membros superiores e no rosto normalmente é um indício de aumento da pressão artéria. A hipertensão arterial é considerada um dos problemas mais sérios do período de gestação e deve ter controle médico. A maioria das mulheres precisara fazer o controle durante toda a gestação, mas a pressão se estabilizará, na maioria dos casos, após o parto. Durante a gravidez é importante ter qualidade de vida, evitar situações de estresse movimentar-se e não ficar de pé por muito tempo.

A grávida precisa manter hábitos saudáveis durante toda a gestação que certamente irão interferir em seu bem-estar e no do bebê. Alimentação saudável, exercícios físicos, técnicas de meditação e o controle pré-natal são muito importantes para você que deseja aguardar a chegada do bebê com tranquilidade e sentindo-se bem.
Letícia Murta
Links patrocinados
 
Veja também

Ter ou não ter filho?

Mulheres optam em não serem mães por quererem priorizar outros projetos e garantem que é possível ser feliz, mesmo sem deixar sua herança genética

A homeopatia pode ajudar na fertilidade

O tratamento homeopático na luta contra a infertilidade. A homeopatia ajuda a engravidar.

Tire as suas dúvidas sobre a homeopatia na gestação

Os benefícios da homeopatia durante a gravidez.

O papiloma vírus humano (HPV) na gravidez

Apesar da frequência da infecção genital do HPV durante a gravidez não ser bem conhecida, parece ser mais frequente que na população em geral.

Comentários
 
Mais lidas: Família
Diário Feminino no seu email
 
Más Diario Femenino
 
SAÚDE

Ciclo menstrual irregular: fique atenta aos motivos

Causas da menstração irregular

 
DIETA

Chá branco ou verde? Qual o melhor dos dois chás para emagrecer

Há quem acha que o chá branco emagrece mais do que o chá verde

 
SAÚDE

Causas do corrimento vaginal

O corrimento vaginal é um dos mais comuns e mais irritantes problemas das mulheres

 
PSICOLOGIA

Abraço: Linguagem universal que faz bem a alma

Ainda não há palavra que defina exatamente a emoção de abraçar ou ser abraçada por quem queremos bem

 
PSICOLOGIA

Marketing pessoal: o segredo do sucesso profissional

Aprenda técnicas usadas pelas empresas para vender sua imagem e se destacar profissionalmente

 
 
Diario Feminino no mundo: Espanha França