Assalto noturno à geladeira: gula ou doença?

transtorno alimentar noturno mulher
Se você costuma perder o controle durante a noite e fazer visitinhas à cozinha em busca de alimentos calóricos, saiba que os famosos assaltos noturnos à geladeira tem nome: transtorno alimentar noturno. O distúrbio é diferente da gula ou do descontrole alimentar, quem sofre do mal costuma se controlar durante o dia, mas à noite busca no alimento uma maneira de descontar frustrações emocionais, tensões cotidianas ou necessidades afetivas.

O transtorno alimentar noturno é uma forma de válvula de escape para pessoas que estão sofrendo com algum tipo de problema, mas na hora que o corpo relaxa, o cérebro emite a informação de que há necessidade de preenchimento, que é solucionado, momentaneamente, com a ingestão de alimentos. Muitas pessoas inclusive acordam durante a madrugada para comer e há relatos de pacientes que fazem involuntariamente e só notam que comeram durante a noite quando veem os vestígios de comida ao acordarem.

Transtorno alimentar noturno


Comer alimentos pesados durante a noite prejudica extremamente a saúde. Portanto, o jantar deve sempre ser leve. Evite alimentos gordurosos e ricos em carboidratos. Não faça ingestão de cafeína durante a noite, pois além de prejudicar o sono, estimula a atividade cerebral. A ingestão de álcool e nicotina também são inimigos do bom sono e da qualidade de vida.

Se você sente necessidade de comer durante a noite e nota que está acontecendo, a dica é tentar desviar o pensamento. Tente algo que distraia e relaxe. Um livro, um banho ou uma música calma podem ajudar. Mas se a vontade for incontrolável, tente deixar na geladeira alimentos não calóricos, como frutas, sucos, gelatina e saladas. No caso de não resistir aos 'assaltos noturno' tenha à vista esse tipo de alimento.

Em casos mais sérios, a terapia ajudará a descobrir os problemas que seu cérebro está tentando mascarar com a ingestão de alimentos. Diversas técnicas e métodos são capazes de te ajudar a lidar com seus problemas de maneira madura e a enfrentá-los de forma correta. O tratamento pode ser acompanhado por medicamentos capazes de regular o sono e o apetite e antidepressivos.
Letícia Murta
Links patrocinados
 
Veja também

A menopausa e o sobrepeso

A nova etapa da vida mulher a deixa mais suscetível à obesidade.

Obesidade: A mulher deve buscar ajuda profissional

A obesidade tem ligação direta também a fatores genéticos e alterações das glândulas endócrinas.

O que as mulheres devem comer no verão

Como deve ser a alimentação ideal na temporada mais quente do ano.

Comentários
 
Más Diario Femenino
 
SAÚDE

Ciclo menstrual irregular: fique atenta aos motivos

Causas da menstração irregular

 
DIETA

Chá branco ou verde? Qual o melhor dos dois chás para emagrecer

Há quem acha que o chá branco emagrece mais do que o chá verde

 
SAÚDE

Causas do corrimento vaginal

O corrimento vaginal é um dos mais comuns e mais irritantes problemas das mulheres

 
PSICOLOGIA

Abraço: Linguagem universal que faz bem a alma

Ainda não há palavra que defina exatamente a emoção de abraçar ou ser abraçada por quem queremos bem

 
PSICOLOGIA

Marketing pessoal: o segredo do sucesso profissional

Aprenda técnicas usadas pelas empresas para vender sua imagem e se destacar profissionalmente

 
 
Diario Feminino no mundo: Espanha França